Prefeitura de Batatais estima na LDO orçamento de mais de R$ 199 milhões

24/05/2019

             A Câmara de Batatais promoveu, nos dias 14 e 15 de maio, audiências públicas do Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020, apresentado pela Administração Municipal. Secretários e diretores puderam esclarecer, na oportunidade, os números apresentados, bem como as diretrizes prioritárias da Gestão Pública Municipal.

A estimativa da Prefeitura é que o orçamento ultrapasse os R$ 199 Milhões. Ressaltando que LDO é o instrumento que norteia a Lei Orçamentária Anual (LOA), que detalha a previsão de gastos do Município para o ano seguinte, que será apresentada no segundo semestre. De acordo com o relatório técnico, as receitas que compõem o orçamento foram estimadas com base no histórico de arrecadação da cidade e com o comportamento das receitas no primeiro semestre de 2019, além dos indicadores de conjuntura econômica. As principais receitas para 2020 são: Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS, de R$ 47 milhões; Fundo de Participação dos Municípios – FPM, R$ 40 milhões; transferências do Sistema Único de Saúde – SUS e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – FUNDEB, de R$ 20 milhões e R$ 19 milhões; Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU, R$ 19 milhões; receita de serviços, de R$ 18 milhões e o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores – IPVA, de R$ 14 milhões.

Pelas informações colhidas junto a Secretaria de Finanças, até abril desse ano o Município arrecadou R$ 64 milhões. Os técnicos projetaram o aumento do próximo Orçamento na ordem de 5% levando em conta os números do Produto Interno Bruto, índices inflacionários, FPM, ICMS e a previsão de aumento de receita tributária do Município, com cobranças da Dívida Ativa, que soma hoje R$ 40 milhões. A Administração está encaminhando para o Cartório de Protestos e para o SERASA E SPC os títulos da Divida Ativa.

Investimentos na ordem de R$ 3,3 milhões em obras de asfaltamento e recapeamento; R$ 1.2 milhões em ampliações e reformas de escolas e creches; R$ 1,2 milhões em aquisição de veículos e máquinas, além de investimentos na área da Saúde, na ordem de R$ 850 mil são as principais despesas apontadas na LDO. O Projeto agora seguirá para discussão e votação dos vereadores em duas sessões ordinárias.

Posts Relacionados

Marcadores

Compartilhe