Alunos da Escola Célia Bueno fazem uma viagem imaginária ao Egito por meio de ação pedagógica

28/11/2017

O Egito, os sarcófagos, as múmias e seus faraós, vêem despertando a curiosidade e compondo o dia-a-dia da comunidade escolar há algum tempo. Considerando sua instigante história, seus mistérios, o fascínio que os mitos exercem sobre o imaginário popular, a cultura, e sobremaneira, o pertencimento ao continente africano, a Escola Municipal Célia Bueno Cavalcante de Albuquerque, da Vila Maria, aborda a temática com o intuito de proporcionar aos alunos o contato com a cultura de um dos povos que mais contribuíram com a organização e o desenvolvimento da sociedade, da escrita, das ciências, considerando os recursos que temos e o mundo em que vivemos. Para o desenvolvimento do projeto a equipe buscou em livros, vídeos, revistas, sites na internet, dentre outras fontes, referencial teórico que traga as contribuições necessárias às práticas docentes, considerando as especificidades de cada turma e dos alunos que a compõe. Os alunos puderam ter contato com materiais diversificados para suas produções, estimulando que realizem pesquisas sobre as temáticas trabalhadas.

A Escola informou que para cada turma, considerando sua grade curricular, foi definida uma área específica de aprofundamento. A Exposição e culminância das atividades do Projeto se deu no período de 13 à 17 de novembro. Educação Infantil enfocou danças e músicas tipicamente Egípcias e de releituras, bem como a produção de esculturas e confecção de instrumentos musicais;    1º ano realizou a confecção de objetos de decoração e de uso pessoal egípcio; e confecção das etiquetas que nomeou os mesmos; 2º ano: glossário. Pesquisas e confecção de um dicionário com as palavras egípcias mais usadas mundialmente; Culinária: apreciação de algumas comidas típicas; confecção de maquetes retratando o Egito antigo; 3º ano: produção de sólidos geométricos, usados na construção de réplicas das pirâmides; Pesquisas sobre  Mitos Egípcios, e produção de novos mitos, os quais, comporão um livro, em parceria com o Projeto Leitura; 4º ano: o enigma da Esfinge. Pesquisas e produção de novos enigmas. Pesquisas e confecções de gráficos e tabelas comparativas considerando o Egito Antigo e o Egito na atualidade; 5º ano: pesquisa e multiplicação das técnicas empregadas no jogo Senet – o jogo de tabuleiro mais antigo do mundo – o favorito entre os imperadores. Desta forma os alunos tiveram que exercer domínio sobre a leitura, a escrita, recorrer à matemática e ao uso do raciocínio lógico para tal, abarcando muitas das habilidades necessárias aos alunos que finalizam o ciclo.

Também está implícito ao projeto oportunizar que os alunos conheçam, reconheçam, e desenvolvam a consciência crítica para o alargamento de valores como respeito, solidariedade, tolerância, igualdade, justiça, liberdade, cooperação, responsabilidade, tolerância, dentre outros, tendo em vista que também é nosso objetivo formar, integralmente, cidadãos felizes, para a vida.

Posts Relacionados

Marcadores

Compartilhe